Resenha: “Todo Dia”, de David Levithan

Resenha: "Todo Dia", de David Levithan

O que você faria se acordasse todos os dias apaixonado pela mesma garota? Simples, não é?! Iria atrás dela pra tentar conquista-la. Mas calma… Eu não estou falando daquele filme da Sessão da Tarde, “Como se Fosse a Primeira Vez”. Deixe-me reformular a perguntar: O que você faria se todos os dias acordasse em um corpo diferente, e tivesse que ir em busca da garota que você ama? É assim o mundo de “A”. Perdoem-me, primeiramente, se algumas partes deste texto estiverem confusas, mas é assim a vida de “A”, e não poderíamos fazer jus ao seu personagem sem distorcer um pouco sua história! 😉

Continuar lendo

Anúncios